19/07

Como empreender após a maternidade

Dicas & Resenhas, Para a Mamãe Borogodó - Por Carina Hatano Czerveny

Olá, minhas queridas do doce arteRia. Tudo bem com vocês?

Andei sumida, mas o meu sumiço tem um motivo, aliás, um ótimo motivo e hoje eu vou contar para vocês.

Acredito que a grande maioria das mulheres, quando ganham os seus bebês, ficam pensando numa alternativa de trabalho mais flexível e com mais autonomia. Seja trabalhar em casa ou abrir o seu próprio negócio, procuramos várias ideias na Internet, pensamos na possibilidade de sermos franqueados de algum segmento, e nessa hora, os pensamentos vão a mil, o cérebro quase entra em “curto” e, muitas vezes, não chegamos a lugar algum.

(Nesse post, dou 10 ideias para trabalhar em casa, quem sabe você se inspira em alguma delas).

Eu já passei por isso e naquele momento de angústia, não cheguei a lugar algum, aliás, cheguei sim, cheguei a conclusão de que o melhor seria voltar à minha rotina de trabalho, como psicóloga, concursada por 40 horas semanais. E foi o que eu fiz.

Depois do desafio – 15 dias de desapego que eu propus na fanpage do facebook, a minha vida deslanchou, muitas coisas positivas aconteceram e com elas, a possibilidade de uma nova atividade, um novo empreendimento, conciliando com o meu trabalho como psicóloga, que eu amo de paixão também.

As ideias vieram naturalmente, sem esforço mental e foi aí que resolvi juntar duas paixões antigas: o amor pela confeitaria e por artigos fofos.

Confeitaria: Queria encontrar um segmento não muito explorado na cidade e decidi entrar no ramo das palhas italianas, que particularmente, eu amo muito. Passei algum tempo testando e modificando receitas, selecionando os melhores produtos, pensando na embalagem e em todos os detalhes, e, foi assim que surgiu as palhas do doce arteRia em duas versões: a palha em quadradinhos e a palha para comer de colher.

Venda de artigos fofos pela internet: Sempre fui apaixonada, enlouquecida por tudo que é fofo nesse mundo, seja na papelaria, artigos para cozinha, casa, etc. Tudo que tenha muito frufru, é comigo mesma. Criei um perfil no instagram e foi por lá que comecei as vendas.

Então hoje, minhas queridas, carrego comigo múltiplas e adoradas funções: a de mamãe, esposa, dona de casa, psicóloga, blogueira, doceira de palha italiana e vendedora de coisas fofas. Meu marido disse que eu precisava focar em algo específico, mas vou dizer a vocês o que eu disse para ele: eu amo muito tudo isso. É tudo o que eu mais gosto de fazer e enquanto conseguir conciliar tudo, é assim que vou continuar.

Dica da mamãe: querem empreender? Não se cobrem para descobrir de imediato o segmento, é claro que é muito importante analisar o que gosta, o que sabe fazer, mas deixem as coisas fluirem e acontecerem, porque quando você menos esperar, a sua ideia estará ali, na sua frente, pronta para ser colocada em prática.

É isso aí minhas arteiRas, espero que a inspiração cheguem até vocês e se precisarem de alguma dica, é só dar um grito.

Beijinhos e até a próxima.

13/06

DIY – Pote da gratidão

Outros - Por Carina Hatano Czerveny

Olá, minhas queridas do doce arteRia. Tudo bem?

Hoje eu trago um post pra lá de fofo e cheio de amor – o pote da gratidão. Recentemente, fiz um post sobre o pote da calma e por acaso, mexendo no Pinterest, encontrei o da gratidão. Até aquele momento, eu não tinha ouvido falar, mas me encantei logo a primeira vista e achei a proposta um máximo.

O que é?

O pote da gratidão é uma ferramenta linda para você criar o hábito de todos os dias, escrever algo de positivo que, ou já tenha acontecido na sua vida ou durante o dia. Ele servirá como um combustível para aqueles dias que parece que nada dá certo, as mensagens te lembrarão das coisas boas que acontecem na sua vida.

Como fazer?

Você vai precisar de:

  • Um pote;
  • Papéis coloridos ou branco mesmo;
  • Caneta;
  • Apetrechos para decorar o seu pote.

Dica da mamãe

Confeccione o pote da gratidão junto com a família, incluir os filhos nesse processo é maravilhoso e o aprendizado sobre a importância de agradecer e estar ciente de todas coisas boas que acontecem na vida de vocês, é ainda mais gratificante. Vale super a pena.

Vale também fazer o pote e presentear alguém especial, tenho certeza que o mimo será super bem-vindo.

Eu fiz três modelos para você se inspirar e sair correndo para confeccionar o seu, olhem só:

É isso aí, minhas arteiRas, deixem nos comentários o que acharam do pote da gratidão e espalhem esse amor no potinho para todos que conhecem.

Beijinhos e até a próxima!

04/06

Dia dos namorados – com filhos!

Dicas & Resenhas, Outros, Para a Mamãe Borogodó - Por Carina Hatano Czerveny

Olá, minhas queridas do doce arteRia. Tudo bem com vocês?

As românticas de plantão (eu!) preparam esse dia com todo amor e carinho, pensando em cada detalhe (presente, jantar/sobremesa, decoração, etc), se organizam antecipadamente e esperam, pela melhor data – o dia dos namorados.

Mas aí, a vida de vocês ganham um presente lindo de Deus, um amor em forma de gente, o nosso coração batendo fora do nosso corpo, e, muitos casais, deixam de comemorar esse dia tão lindo e especial – que renova, floresce e relembra o amor de vocês, muitas vezes, deixado um pouquinho de lado, pela rotina do dia-a-dia.

Por isso, minhas mamães, neste dia dos namorados que está por vir, nada de desculpas! O dia será celebrado sim, em grande estilo sim, e com eles, nossos filhos.

Mas Carina, eu não tenho com quem deixar o meu filho (a) e como vou fazer? Minhas queridas, neste exato momento, eu também não tenho com quem deixar o Lilo e nem por isso, deixarei de comemorar.

Por isso, vou te dar algumas dicas valiosas para aproveitarem esse momento com muito amor e interação com a família.

Vamos lá?

1. Café da manhã

Como começar o dia sem? Aqui em casa, durante a semana, não costumamos tomar café da manhã juntos, porque a nossa rotina é bastante corrida e quando deixo o Murilo na escola, ele ainda está dormindo. Mas…

Você pode preparar um café diferente, que tal na cama? Prepare uma bandeja bem linda, com frutas e pães cortados em formato de coração, com flores para decorar e uma mensagem bem fofa, escrita por você e pelo pequeno, ou, pelo marido e pelo filho (a).

Tem como o dia ser ruim?

2. Mensagens durante o dia

Durante todo o seu dia, que tal mandar mensagens para o marido/esposa/namorado(a)? Caso não tenha feito isso com frequência, é uma boa ocasião para lembrar ele/ela do quanto é importante para você e como a sua vida fica mais feliz com ele/ela por perto.

Vamos praticar?

3. Um mimo para o amor

Quem é que não gosta de um presentinho? Um mimo? Na hora da compra, vá com o filho (a), será um momento só de vocês e tenho toda a certeza do mundo que eles vão amar.

4. Decorando a casa

Se o seu pequeno (a) já tiver idade suficiente para te ajudar, o inclua na decoração, eles adoram.

Abuse da sua imaginação: coloque velas aromáticas, pétalas por toda casa, corações de papel, recadinhos, uma iluminação aconchegante, música ambiente suave e arrume a mesa com a louça mais linda que tiver.

5. É hora de pensar no jantar

Quando é somente o casal, pensamos em algo mais sofisticado e leve, mas, quando tem criança linda envolvida, a história muda um pouco, mesmo porquê, muitas vezes, eles não gostam desse cardápio leve e sofisticado (rs).

Por isso, pense numa alternativa que toda a família se delicie e aproveite o momento ou então, peça um delivery e está tudo resolvido.

6. E a bebida alcoólica?

Aqui, te dou duas opções:

  • Aos papais: taça de vinho e/ou espumante.
    Aos pequenos: além dos sucos e refri (se for o caso), criem água saborizadas para eles.
  • Drink´s sem álcool: façam com frutas, sucos, chás, água com gás – abusem da criatividade

E não esqueçam: coloquem em taças e/ou copos bem lindos e decorados, ficará um charme.

7. Tem sobremesa?

Tem, sim Sr!

Não consigo pensar nada além de um delicioso fondue de frutas com chocolate. Acredito que não tem erro e agrada toda a família, né?! Para as mamães de recém-nascidos, eles não se incomodarão de os papais saborearem essa delícia.

8. Dançar para esquentar

Façam uma playlist anteriormente e no dia, apertem o play. Dançar aquece o corpo e o coração; Traz um momento de descontração e união.

Seu filho (a) ficará cansadinho, ainda mais após um dia de escola (se for o seu caso) e vai dormir em breve.

9. Cinema em casa

Para diminuir a adrenalina e começar a relaxar, que tal um filminho ou uma série?

Escolha um que agrade toda a família e te garanto, pouco tempo depois, seu anjinho (a) estará feliz e dormindo, para assim, os papais poderem namorar.

10. Mudanças de plano

E se o papai e/ou mamãe estiver viajando? E se o pequeno não estiver bem de saúde? E se ele (a) estiver tão cansado (a), irritado (a), e ficar chorando a noite toda?

Bem, nós mamães e papais, sabemos que tudo isso pode acontecer sim, porque eles são imprevisíveis, mas, não tem problema. Se não der certo, por algum motivo, oportunidades não lhe faltarão. Que tal comemorar no dia seguinte? Ou no próximo final de semana?

Daremos um jeitinho, certo?

É isso aí, minhas queridas arteiRas. Quero saber tudinho como foi o dia dos namorados de vocês. O nosso, postarei no Instagram (@docearteria)

Beijinhos e até a próxima!