12/01

5 dicas para manter a saúde mental da mamãe

Dicas & Resenhas, Para a Mamãe Borogodó - Por Carina Hatano Czerveny

Olá, queridas arteiRas. Tudo bem?

Antes de mais nada, como sou psicóloga e estamos no mês de janeiro, não poderia deixar de mencionar sobre a campanha “Janeiro Branco”, já ouviram falar? É uma campanha relativamente nova e tem como objetivo mobilizar a sociedade em favor da nossa saúde mental. Mais do que justo, né?!

Como mamães, sabemos que a nossa jornada, apesar de ser recompensadora, é também de muitos perrengues. Muitas vezes dá uma vontade louca de sair correndo, se esconder e sair de órbita. Tudo bem que minutos depois nos recompomos (ou não!) e temos a consciência que todas essas vontades não são possíveis.

Sendo assim, o jeito é respirar e praticar algumas ações que nos ajudam a manter a nossa sanidade mental em dia, ou pelo menos tentar né?

1) Vamos malhar?

Não é novidade para ninguém que fazer exercício físico só nos traz benefícios, mas vamos relembrar de alguns deles? Principalmente no que se refere ao nosso cérebro:

* A produção de neurotransmissores aumenta e com isso ocorre a reparação celular do nosso cérebro;
* A nossa concentração aumenta;
* Há uma melhora na memória;
* O exercício estimula a capacidade de tomar decisões e,
* Ocorre a liberação de endorfina, o que nos deixa feliz à beça.

Atualmente, há diversas modalidades para mexer o corpichto, basta escolher uma, sem desculpas.

Ah Carina, mas eu não tenho tempo, trabalho o dia todo, cuido de filho, marido e da casa, como vou arrumar mais um coisa para fazer? Aqui está uma alternativa para você, minha querida arteiRa.

2) Chá da tarde ou vale night com as amigas

Independente do seu estilo, que tal combinar um momento seu com as suas amigas? Recentemente, fui ao barzinho com umas amigas da faculdade que eu não via há 10 anos e gente, parecia que nós tínhamos ficado longe só 1 semana, foi demais. É claro que o nosso pensamento também fica com os pequenos, se está chorando, se ficou bem, mas isso é algo que vamos carregar pra sempre né? O importante é conversar, ouvir, dar conselhos, rir, se divertir e perceber que ainda há vida social após a maternidade.

Faça isso virar uma rotina na sua vida, 1 encontro por mês, que tal?

3) Diga “não, obrigada!”

Boa parte das pessoas tem uma mania insana de querer agradar os outros (eu era assim), custe o que custar, inclusive a sua saúde metal. Nós não conseguimos agradar todo mundo, somos (felizmente) pessoas diferentes umas das outras, não temos que gostar de todos e nem todos precisam gostar da gente. Vamos parar de nos sacrificar para agradar o outro?

Mais espontaneidade, menos gastrite nervosa.

4) Faça algo que te realize

Um trabalho, um momento seu, algo que te deixe imensamente feliz e realizada.

Como já sabem, a nossa rotina é muito cansativa e as vezes o nosso emprego não é aquele dos nossos sonhos, por isso, precisamos fazer algo que nos realize emocionalmente.

Eu, por exemplo, apesar de gostar muito do meu trabalho como psicóloga, criei o blog para me realizar e me dedicar para algo que me deixa 100% feliz.

Vamos pensar no seu também?

5) Ninguém é perfeito

Seja como mãe, esposa, profissional, ninguém é perfeito. Lógico que tentamos fazer o melhor, nos entregamos, nos empenhamos, mas não conseguimos ser perfeitas, como ninguém consegue.

Não exija tanto de você, minha mamãe arteiRa. Aprendemos com os nossos erros, tomamos na cabeça, levamos tombos inesquecíveis, ficamos tristes, iradas, revoltadas, felizes, agradecidas. Amamos, não gostamos tanto, queremos socar, espernear, fugir.

Permita-se sentir todas as emoções, não fuja delas, elas são essenciais para o nosso aprendizado e para a nossa saúde mental também.

“O que você não resolve em sua mente, o corpo transforma em doença”

Não vamos deixar isso acontecer, certo?!

Beijinhos e até a próxima!

Deixe o seu Comentário

Para usar uma imagem em seu avatar, cadastre-se em gravatar.com.