19/07

Como empreender após a maternidade

Dicas & Resenhas, Para a Mamãe Borogodó - Por Carina Hatano Czerveny

Olá, minhas queridas do doce arteRia. Tudo bem com vocês?

Andei sumida, mas o meu sumiço tem um motivo, aliás, um ótimo motivo e hoje eu vou contar para vocês.

Acredito que a grande maioria das mulheres, quando ganham os seus bebês, ficam pensando numa alternativa de trabalho mais flexível e com mais autonomia. Seja trabalhar em casa ou abrir o seu próprio negócio, procuramos várias ideias na Internet, pensamos na possibilidade de sermos franqueados de algum segmento, e nessa hora, os pensamentos vão a mil, o cérebro quase entra em “curto” e, muitas vezes, não chegamos a lugar algum.

(Nesse post, dou 10 ideias para trabalhar em casa, quem sabe você se inspira em alguma delas).

Eu já passei por isso e naquele momento de angústia, não cheguei a lugar algum, aliás, cheguei sim, cheguei a conclusão de que o melhor seria voltar à minha rotina de trabalho, como psicóloga, concursada por 40 horas semanais. E foi o que eu fiz.

Depois do desafio – 15 dias de desapego que eu propus na fanpage do facebook, a minha vida deslanchou, muitas coisas positivas aconteceram e com elas, a possibilidade de uma nova atividade, um novo empreendimento, conciliando com o meu trabalho como psicóloga, que eu amo de paixão também.

As ideias vieram naturalmente, sem esforço mental e foi aí que resolvi juntar duas paixões antigas: o amor pela confeitaria e por artigos fofos.

Confeitaria: Queria encontrar um segmento não muito explorado na cidade e decidi entrar no ramo das palhas italianas, que particularmente, eu amo muito. Passei algum tempo testando e modificando receitas, selecionando os melhores produtos, pensando na embalagem e em todos os detalhes, e, foi assim que surgiu as palhas do doce arteRia em duas versões: a palha em quadradinhos e a palha para comer de colher.

Venda de artigos fofos pela internet: Sempre fui apaixonada, enlouquecida por tudo que é fofo nesse mundo, seja na papelaria, artigos para cozinha, casa, etc. Tudo que tenha muito frufru, é comigo mesma. Criei um perfil no instagram e foi por lá que comecei as vendas.

Então hoje, minhas queridas, carrego comigo múltiplas e adoradas funções: a de mamãe, esposa, dona de casa, psicóloga, blogueira, doceira de palha italiana e vendedora de coisas fofas. Meu marido disse que eu precisava focar em algo específico, mas vou dizer a vocês o que eu disse para ele: eu amo muito tudo isso. É tudo o que eu mais gosto de fazer e enquanto conseguir conciliar tudo, é assim que vou continuar.

Dica da mamãe: querem empreender? Não se cobrem para descobrir de imediato o segmento, é claro que é muito importante analisar o que gosta, o que sabe fazer, mas deixem as coisas fluirem e acontecerem, porque quando você menos esperar, a sua ideia estará ali, na sua frente, pronta para ser colocada em prática.

É isso aí minhas arteiRas, espero que a inspiração cheguem até vocês e se precisarem de alguma dica, é só dar um grito.

Beijinhos e até a próxima.

Deixe o seu Comentário

Para usar uma imagem em seu avatar, cadastre-se em gravatar.com.